Concurso Diplomata 2019 oferta de 20 vagas imediatas com iniciais de R$ 19 mil

Atenção, concurseiros! O edital para o concurso de admissão à carreira de Diplomata (concurso Diplomata 2019) foi publicado! De acordo com o documento disponibilizado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 08 de julho, são ofertadas 20 vagas imediatas para a carreira de terceiro-secretário, sendo 15 para ampla concorrência, 04 para negros e 01 para pessoas com deficiência.

Interessados poderão se inscrever no período compreendido entre as 08 horas do dia 17 de julho às 23h59 do dia 12 de agosto, exclusivamente pela internet, por meio do site da banca Iades, organizadora do certame. O valor da taxa de inscrição é de R$ 208.

A remuneração inicial ofertada ao cargo de terceiro-secretário, de acordo com o edital, é de R$ 19.199,06.

Concurso Diplomata 2019: provas e etapas

Os candidatos ao Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (CACD) serão avaliados por duas etapas, sendo a primeira etapa constituída de prova objetiva, a ser realizada na data provável do dia 08 de setembro de 2019, composta por 73 questões do tipo certo ou errado, com 04 itens de julgamento cada, subdivididas entre as disciplinas de:

  • Língua portuguesa (10);
  • Língua inglesa (09);
  • História do Brasil (11);
  • História mundial (11);
  • Política internacional (12);
  • Geografia (06);
  • Economia (08) e
  • Direito e Direito internacional público (06).

 A segunda fase do concurso diplomata consistirá de provas escritas a serem realizadas em datas distintas,de caráter eliminatório e classificatório, compreendidas pelas seguintes disciplinas:

  • Língua portuguesa, a ser realizada na data provável do dia 12 de outubro de 2019;
  • Língua inglesa, a ser realizada na data provável do dia 13 de outubro de 2019;
  • História do Brasil, a ser realizada na data provável do dia 19 de outubro de 2019, às 09h;
  • Geografia, a ser realizada na data provável do dia 19 de outubro de 2019, às 15h;
  • Política internacional, a ser realizada na data provável do dia 19 de outubro, às 09h;
  • Economia, a ser realizada na data provável do dia 19 de outubro de 2019, às 15h;
  • Direito e Direito internacional público, a ser realizada na data provável do dia 20 de outubro às 09h;
  • Língua espanhola e língua francesa, a ser realizada na data provável do dia 20 de outubro às 15h.

Ainda de acordo com o documento, será estabelecida nota mínima para aprovação no conjunto das provas escritas de:

  • História do Brasil;
  • Geografia;
  • Política internacional;
  • Economia;
  • Direito e direito internacional público;
  • Língua espanhola;
  • língua francesa.

Se aprovado na segunda fase, o candidato deverá comparecer perante comissão de heteroidentificação, designada especificamente para este concurso pela diretora-geral do Instituto Rio Branco, na cidade de Brasília/DF, a expensas do candidato, na data provável de 29 de novembro de 2019.

O resultado final no concurso será publicado no Diário Oficial da União e divulgado no endereço eletrônico http://www.iades.com.br, na data provável de 17 de dezembro de 2019.

Concurso Diplomata 2019: atribuições dos aprovados

Diplomata (terceiro secretário):

Para ingresso na carreira é necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, emitido por instituição de ensino credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

No caso de candidatos cuja graduação tenha sido realizada em instituição estrangeira, caberá exclusivamente ao candidato a responsabilidade de apresentar, até a data da posse, a revalidação do diploma exigida pelo MEC, nos termos do artigo 48 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996).

Aos servidores da carreira de Diplomata são incumbidas atividades de natureza diplomática e consular, em seus aspectos específicos de representação, negociação, informação e proteção de interesses brasileiros no campo internacional e os ocupantes do cargo estarão sujeitos à observância estrita dos dispositivos que regem o Regime Jurídico dos Servidores da carreira de Diplomata do serviço exterior brasileiro (Lei nº 11.440, de 29 de dezembro de 2006, e demais Leis, Decretos e portarias sobre a matéria).

Concurso Diplomata 2019: progressões na carreira

A carreira de diplomata do Serviço Exterior Brasileiro divide-se em diversas classes. A primeira delas é a de Ministro de Primeira Classe, seguida pelo Ministro de Segunda Classe, Conselheiro, Primeiro Secretário, Segundo Secretário e Terceiro Secretário, em ordem hierárquica funcional decrescente.

Dentre os ministros de primeira classe ou, eventualmente, também os de segunda classe, será escolhido o Chefe de Missão Diplomática Permanente, mais alta autoridade brasileira no país em que estiver sediado.

Excepcionalmente, poderá ser designado para exercer esta função, brasileiro nato, não pertencente aos quadros do MRE, maior de 35, de reconhecido mérito e com relevantes serviços prestados ao País.

Para preenchimento do Quadro Especial do Serviço Exterior Brasileiro devem ser seguidas algumas regras. Os ministros de primeira e segunda classe, bem como os conselheiros deverão ocupar os cargos com esta mesma denominação.

Na eventualidade de ausência de pessoal, o primeiro-secretário ocupará o cargo de conselheiro, e o segundo-secretário o de primeiro-secretário.

O candidato aprovado no próximo concurso para o CACD ingressará em cargo da classe inicial da Carreira de Diplomata (Terceiro Secretário), de acordo com a ordem de classificação obtida e com o número de vagas oferecidas no edital diplomata.

As atribuições acima mencionadas, referem-se a classe de terceiro secretário. Com o passar dos anos e de acordo com desempenho das atribuições, os diplomatas vão progredindo na carreira, conforme abaixo, em ordem seguida de forma decrescente:

  • Ministro de Primeira Classe
  • Ministro de Segunda Classe
  • Conselheiro
  • Primeiro Secretário
  • Segundo Secretário
  • Terceiro Secretário 

Anualmente, ou de acordo com a lei, os candidatos que ingressam são avaliados e caso isso ocorra de forma positiva, acontecerá a progressão para a classe posterior. Ao final de alguns anos, os aprovados passarão de uma classe para outra.

Isso acontecerá até que se chegue a última classe, cerca de 15 anos, quando o servidor fará parte da Classe de Ministro de Primeira Classe.

Consequentemente, os valores da remuneração aumentarão. Ganhando inicialmente R$ 19,1 mil, o servidor chega a classe especial com até de R$ 27,3, conforme abaixo:

Quadro de salários para a carreira oferecida no edital diplomata.
Quadro de remuneração para a carreira oferecida no edital diplomata.

Os servidores contam ainda com auxílio-alimentação de R$ 458. Quem tem filho tem direito ainda a auxílio-creche de R$ 321. Há também benefícios como adicional de qualificação e adicional de cursos de capacitação. A Jornada de trabalho é de 40 horas semanais. 

Os candidatos que ingressam na carreira são lotados na sede do Itamaraty, Palácio dos Arcos, localizado em Brasília, mais conhecido como “Palácio Itamaraty”.

Concurso CACD: Mesa-redonda com o nosso aluno aprovado!

Assista a Mesa-redonda realizada com o Gran aluno, André Lettieri, aprovado na carreira de diplomata. Clique aqui.

Gran Carreiras Concursos CACD: Bate-papo com o diplomata Helges Bandeira

O Gran Cursos Online realizou um evento com o diplomata, Helges Bandeira. Assista e conheça melhor a carreira! Clique aqui

Detalhes do Concurso Diplomata 2019:

Concurso Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata (concurso Diplomata 2019)
Banca organizadora  IADES
Cargos  Diplomata (terceiro-secretário)
Escolaridade nível superior
Número de vagas 20
Remuneração inicial R$ 19,1 mil
Período de inscrição  17 de julho a 12 de agosto de 2019
Taxa de inscrição  R$ 208
Data da prova  08 de setembro de 2019

Edital

Faça um Comentario

Seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>